15°C 26°C
Três Marias, MG
Publicidade

Artigos Festas Juninas movimentam o comércio mineiro

Tradicionais na cultura brasileira, as festas juninas se destacam como uma data importante para o comércio varejista

27/06/2024 às 07h27
Por: Carlos ball Fonte: sindijorimg
Compartilhe:
Artigos Festas Juninas movimentam o comércio mineiro

Tradicionais na cultura brasileira, as festas juninas se destacam como uma data importante para o comércio varejista, aquecendo os negócios em diversos segmentos. O destaque são as empresas de gêneros alimentícios, uma vez que 51,1% das empresas deste segmento são impactadas de forma positiva pelo período que abrange estas comemorações. A constatação é de uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa e Inteligência da Fecomércio MG, com o objetivo de identificar a expectativa de vendas dos empresários do setor, em Minas Gerais, nesse período.

De acordo com a pesquisa, 43,4% dos empresários do segmento alimentício do comércio mineiro esperam que as vendas deste ano sejam iguais às do ano passado, enquanto 31,1% esperam vendas melhores, totalizando 74,5% dos comerciantes deste grupo. As expectativas de vendas melhores entre os empresários são influenciadas principalmente pela expressividade da data (26,7%) e pelo otimismo (26,7%). No entanto, 15,6% dos empresários esperam que as vendas deste ano sejam piores do que as do período anterior, sendo justificado principalmente pelas quedas nas vendas (22,7%) e o endividamento do consumidor (18,2%). 

“Este ano, grande parte dos empresários esperam que as vendas deste ano sejam iguais as do mesmo período de 2023, o que pode ser interpretado como um bom termômetro para o comércio varejista. É preciso lembrar que esta comparação é feita a partir de uma base forte, visto que, no ano passado, 45,5% dos empresários já esperavam que as vendas do período fossem melhores. O resultado observado em 2024, reforça não apenas a continuidade, mas também um crescimento das vendas de produtos típicos para as festas juninas”, avalia Gabriela Martins, economista da Fecomércio MG.

Visando estimular as vendas, a maioria do empresariado (50,9%) investiram em produtos típicos para atender as demandas específicas da data e 56,6% realizam ou realizarão divulgações, principalmente pelo Instagram (77,0%), WhatsApp (44,4%) e Facebook (21,4%). Os artigos que obtiveram maior investimento foram a canjica (74,3%), amendoim (57,5%), doces (44,2%), milho (37,2%) e a pipoca (34,5%).

Para os empresários, o ticket médio esperado por consumidor no período deverá ser entre R$ 50,01 a R$ 100,00. Acrescido a isso, o uso do cartão de crédito, à vista (37,6%) e do cartão de débito (21,4%) deverão se sobressair como as formas de pagamento utilizadas no momento das compras.

 

Sobre a Fecomércio MG

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Minas Gerais integra o Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac em Minas e Sindicatos Empresariais que tem como presidente o empresário Nadim Donato. A Fecomércio MG é a maior representante do setor terciário no estado, atuando em prol de mais de 740 mil empresas mineiras. Em conjunto com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), presidida por José Roberto Tadros, a Fecomércio MG atua junto às esferas pública e privada para defender os interesses do setor de Bens, Serviços e Turismo a fim de requisitar melhores condições tributárias, celebrar convenções coletivas de trabalho, disponibilizar benefícios visando o desenvolvimento do comércio no estado e muito mais.

Há 85 anos, fortalecendo e defendendo o setor, beneficiando e transformando a vida dos cidadãos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários